Por Elisabete Bozolan

No mundo atual, em tempos de pandemia, priorizar a qualidade de vida se torna algo essencial. E nesse contexto, tudo o que te faz bem e seja saudável merece uma atenção especial. 

O desejo de todas as pessoas é ter uma vida saudável, para isso muitos fatores contribuem: uma alimentação balanceada, um sono equilibrado, atividades físicas….

O nosso corpo precisa de movimento, liberamos hormônios do bem quando fazemos exercícios. O MÉTODO PILATES vem como um grande aliado nesse quesito. Além de ser uma atividade de baixo impacto, o que o torna seguro, ele pode ser praticado em qualquer idade. Isso faz com que seja muito indicado para pessoas acima de 50 anos.

 

Com o passar dos anos, nós começamos a ter perda de massa óssea e muscular, esse processo é natural do ser humano. A melhor maneira de nutrir nossa musculatura e fortalecer nossos ossos é praticando exercícios. 

Durante a sessão de Pilates, todas as estruturas do nosso corpo são trabalhadas, isso ocorre porque os exercícios acontecem de forma global. Porém, cada indivíduo é único e apresenta características próprias, dessa forma, montamos um plano de exercícios individual, respeitando as necessidades de cada um, observando se há patologias associadas e principalmente, se existe contra indicações para essa prática. Por isso se faz necessário uma boa avaliação para direcionamento da atividade. 

Seguindo todo esse cuidado, partimos para prática. A maioria das pessoas na faixa etária de 50 anos ou mais, procura o MÉTODO PILATES por causa do bem estar que ele acrescenta em suas vidas. Já nas primeiras sessões, nota-se uma melhora na consciência corporal, na postura  e maior disposição para as atividades do dia a dia. Com o passar do tempo, podemos observar a musculatura mais tonificada (mais forte), ganho de amplitude dos movimentos nas articulações, melhora significativa no alongamento muscular e no equilíbrio. Os benefícios são inúmeros, muitas pessoas relatam que sentem como se o corpo estivesse rejuvenescendo e que houve uma melhora significativa em sua qualidade de vida.

Joseph Pilates, criador do método, na década de 1920, costumava dizer que:

“A Contrologia (nome dado inicialmente por ele para seu método) desenvolve um corpo uniforme, corrige posturas erradas, restaura a vitalidade física, vigora a mente, e eleva o espírito.”

Ele sabia exatamente o quão benéfico era seu método e o praticou até os 87 anos (idade em que faleceu). E o seu maior sonho era que fosse uma atividade universal, que todas as pessoas, independente da idade, praticassem o PILATES. Hoje seu legado está nos quatro cantos do mundo, transformando vidas através do movimento. 

Elisabete Bozolan – Fisioterapeuta – Atendimento voltado para patologias da coluna, terceira idade e reabilitação pós Covid

Comentários

0 0 votos
Article Rating
Se inscrever
Notificar para
guest
1 Comentário
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
Edna Silvs
Edna Silvs
6 meses atrás

Estou estudando um horário pra fazer.

1
0
Adoraria seus pensamentos, por favor, comente.x
()
x

Assine nossa Newsletter!

[newsletter]